Café para limpar o ar da Colômbia

Unindo forças para o ar fresco

Dotada de um clima agradável, Medellín é a segunda maior cidade da Colômbia, chamada de Cidade da Primavera Eterna. Apesar da temperatura alta, a baixa qualidade do ar é um problema enfrentado por Medellín e muitas outras cidades em todo o mundo.
“Na Colômbia, mais de 1.000 toneladas de carvão são queimadas anualmente e sua combustão emite CO2. A poluição do ar não nos afeta apenas em Medellín, mas em todo o planeta”, afirmou um grupo de estudantes de Medellín em uníssono.

Ana García, Santiago, Juan e Camilo são alunos da escola pública Loyola de Ciência e Inovação, em Medellín, e eles consideram o carvão a causa principal da poluição do ar. Os quatro alunos descobriram maneiras de criar um biocombustível ecológico através da aplicação de STEM (sigla em ingês para ciências, tecnologia, engenharia e matemática).

Café moído transforma-se em combustível

“A Colômbia é o terceiro maior produtor de café do mundo. Nossa ideia foi criar briquetes feitos de resíduos de café”, afirmou Ana. “A borra de café possui características excelentes de um biocombustível, com a energia de 18 megajoules por quilo, ao passo que a média do carvão é de 18 a 25 megajoules.”
No projeto chamado de “Ciscombustible”, os estudantes se empenharam na pesquisa e no desenvolvimento, começando com uma pesquisa preparatória e selecionando os materiais dos briquetes para fazer o design, o desenvolvimento e o teste dos protótipos. A equipe até mesmo criou um dispositivo 3D feito de aço para dar a forma ideal aos briquetes. Após muitas tentativas e erros, o grupo de estudantes criou um combustível ecológico baseado no café.

Beneficiando a comunidade

“De acordo com estudos e previsões para 2030, o carvão produzirá 60% das emissões de CO2 do mundo. Acreditamos que nossos briquetes podem atenuar a poluição, reduzindo as emissões de CO2 em 10%”, afirmou Juan. Ao mesmo tempo em que oferecem uma alternativa favorável ao meio ambiente, os briquetes também podem criar uma nova fonte de renda para as famílias na indústria do café da Colômbia.
Quando a ideia foi enviada para o concurso Samsung Solve for Tomorrow, o projeto Ciscombustible recebeu sua merecida vitória. Os estudantes foram reconhecidos devido às suas habilidades na resolução de problemas e aplicação prática de seu conhecimento de STEM. Após se tornarem os ganhadores, os membros de Ciscombustible dizem que estão ainda mais motivados a continuar trabalhando no projeto até que ele seja amplamente utilizado.

Compartilhe esta história para inspirar as mentes jovens a criar um futuro sustentável juntos.

De especialista em belas-artes a desenvolvedora contra o COVID

Uma oportunidade de aprender a tecnologia

Na Espanha, as mulheres constituem apenas 12% da força de trabalho no campo de engenharia e tecnologia. Apesar de haver uma grande demanda por profissionais nesta área, a lacuna de gênero permanece grande. A quebra das barreiras através da educação tecnológica pode aumentar a empregabilidade de mulheres jovens e impulsionar o crescimento econômico.
Rocío é uma das participantes que se inscreveram no Samsung Innovation Campus. Este curso fornece uma educação em inteligência artificial (IA) e software para mulheres que estão interessadas em aprender mais sobre a área e, talvez, tornarem-se profissionais no setor de tecnologia da informação e comunicação. Originalmente uma especialista em belas-artes, Rocío dedicou toda a sua vida profissional às artes, mas decidiu sair de sua zona de conforto. “Sempre amei a arte, a ciência e a tecnologia. Escolhi o Samsung Innovation Campus sabendo que ele aprofundaria meu conhecimento em outras áreas.”

Junto a seus colegas de equipe, Rocío participou de um treinamento de 240 horas em estatística, programação, inteligência artificial e machine learning. O fato de que o programa não exigia conhecimentos prévios ou um treinamento formal prévio abriu a oportunidade a estudantes como ela.

Tranformando-se em uma desenvolvedora no combate ao COVID

“Conforme avançamos, o curso tornou-se mais difícil”, afirmou Rocío. “Eu tinha que ser proativa, fazer pesquisa e consultar as fontes oficiais quando tudo relacionado às linguagens de programação estava atualizado. Esta foi a parte mais interessante para mim - saber aonde ir.”
Durante o treinamento, Rocío se focou no desenvolvimento web full-stack, inteligência artificial e big data. Para usar seu conhecimento na prática, ela se juntou ao projeto X-COV na Universidade Complutense de Madrid, onde uma equipe de investigadores e pesquisadores detectam doenças através da inteligência artificial. Hoje em dia, Rocío desenvolve ferramentas para analisar raios X, usando IA para detectar a COVID-19.

A quebra da lacuna de gênero

O Samsung Innovation Campus mudou a vida de Rocío de modo significativo. Para tornar essa mudança de vida possível para outras mulheres, ela recentemente se tornou professora de um dos módulos do curso para o próximo grupo do programa. Ela decidiu participar da iniciativa para ajudar a diminuir a lacuna de gênero na indústria.
“O Samsung Innovation Campus me deu uma base sólida para que eu pudesse aprender por conta própria e estou imensamente agradecida.” Rocío admitiu que se ela pudesse ter se inscrito mais cedo no programa, ela sem dúvida o teria feito.
Para Rocío e as outras participantes, o Samsung Innovation Campus criou a base para que elas possam embarcar em uma jornada em direção a novas oportunidades. “Como mulheres, todas tivemos a experiência em algum momento de nossas vidas de que tudo que dizemos e fazemos é diminuído por sermos mulheres. Agora estamos fora de nossa zona de conforto, em um momento propício para crescer nesta área. O Samsung Innovation Campus nos ajudará a abrir muitas portas.”

Compartilhe esta história para empoderar as mulheres para que elas possam atingir o seu potencial pleno.

Uma revolução na educação infantil

A combinação do tradicional e do digital

Crianças têm um fascínio natural por seu ambiente: seu espírito de descoberta as motiva a explorar o mundo desconhecido. O desejo de saber como as coisas funcionam é uma característica inata. Porém, na escola, é raro que elas tenham a oportunidade de obter experiências do mundo real ou de compartilhar o que elas aprenderam com outras pessoas.
Anna e Franziska são duas jovens alemãs que idealizaram uma revolução no aprendizado das crianças na escola. Elas se perguntaram: como é possível que surja uma nova cultura de aprendizado interdisciplinar e colaborativa, uma cultura de aprendizado que não só torna o conhecimento tangível, mas também cria um potencial de aprendizado digital completamente novo? Foi assim que surgiu o “Heartucate”.

O objetivo delas era fomentar as capacidades colaborativas voltadas para o futuro dos jovens estudantes. Para realizar este objetivo, a dupla começou a projetar uma solução educativa que encoraja os estudantes a interagir com diferentes histórias, além de obter experiência prática daquilo que estão aprendendo através da realidade aumentada e mista.

Aprendizado criativo e colaborativo através da realidade mista e 5G

“A ideia básica do Heartucate já existia há algum tempo, mas nossa decisão de competir no Samsung Solve for Tomorrow foi a faísca inicial para finalmente colocar as coisas em prática”, afirmou Franziska. “Nós pensamos: temos todas essas ideias e essa visão. Vamos tentar!” comentou Anna.
Juntas elas projetaram o Heartucate como uma solução educativa que integra as tecnologias atuais de realidade mista na sala de aula, junto ao 5G. Heartucate cria complexos temáticos que combinam diferentes matérias, desde habilidades matemáticas e científicas a idiomas, e ao mesmo tempo encoraja os alunos a interagirem com as histórias. Com o Heartucate, as crianças se tornam viajantes no tempo em uma aventura de caça ao tesouro. Elas exploram o mundo através das tecnologias de realidade mista e trabalham para realizar um objetivo comum.

Uma ideia se torna um modelo de negócios

“Por meio do Samsung Solve for Tomorrow, obtivemos o suporte, aprendizado e insights que realmente nos ajudaram a seguir com nosso desenvolvimento. Ele nos ajudou muito a dar o próximo passo”, afirmaram Anna e Franziska.
As participantes não só incrementaram seu conhecimento empreendedor, mas também realizaram o seu sonho. Com o prazo de um ano do Solve for Tomorrow, o Heartucate evoluiu de modo suficiente para poder se estabelecer como um negócio. A equipe também se qualificou para o Financiamento de Negócios Startup EXIST, um renomado programa de suporte do Ministério da Economia e Energia da Alemanha.
A história incrível do Heartucate mostra o que pode ser realizado com um comprometimento real, uma crença imutável em sua própria ideia e os mentores certos. A Samsung continuará inspirando cada vez mais jovens inovadores a implementar ideias únicas que possam fazer a diferença, além de ajudar a nova geração a se preparar para o futuro com sucesso.

Compartilhe esta história para inspirar novas maneiras de aprender e ensinar.

Nossa abordagem

  • Empoderando as gerações futuras para
  • alcançarem todo o seu potencial e serem
  • pioneiras de mudanças sociais positivas
Estamos comprometidos em melhorar a comunidade global com ideias transformadoras. Para isso, dedicaremos nossos recursos para contribuir com uma sociedade global melhor, e continuaremos desenvolvendo e projetando inovações úteis em torno das necessidades das pessoas em um mundo em constante evolução.

Acreditamos no potencial das gerações futuras

Colocamos as pessoas no centro de tudo o que fazemos. Acreditamos que todos devem se beneficiar da promessa de que a tecnologia melhorará e moldará nosso mundo e que a próxima geração tem o potencial de promover transformações com propósito por meio de inovações.

Buscamos necessidades educacionais únicas em todo o mundo

Aprender é uma experiência pessoal. Ao alavancar nossa presença internacional, estamos comprometidos em utilizar nossos recursos para fornecer programas educacionais de qualidade baseados em padrões globais, mas que podem ter um impacto imenso localmente.

Valorizamos a colaboração

Experimentamos em primeira mão o valor da colaboração e o impacto que podemos ter ao trabalhar juntos, comprometidos com uma idéia que pode trazer mudanças, resolver problemas sociais e superar desafios.